De 2010 a 2019, a indústria de data centers no Brasil e no mundo experimentou uma década espetacular, com data centers evoluindo de salas de equipamentos de TIC para data centers em nuvem

O rápido desenvolvimento de novas tecnologias, como inteligência artificial, computação em nuvem, big data e 5G, criará uma nova era de produtividade baseada em dados. E a demanda do mercado por data center vai aumentar dramaticamente.

Ao mesmo tempo, o mundo de data center tem seus desafios: 

  • é difícil obter recursos de construção;
  • eles levam muito tempo para serem construídos;
  •  utilizam muita energia. 

Além disso, a flexibilidade da arquitetura e a O&M são questões-chave que precisam de muita consideração.

Tendências para 2025

Pensando na trajetória de desenvolvimento da última década, aqui estão 10 tendências previstas que definirão as instalações de data center no Brasil e no mundo em 2025.

1-Alta Densidade

A capacidade da CPU e do servidor continuarão aumentando ao lado de ganhos na capacidade de computação de TI.

À medida que a demanda por aplicações de inteligência artificial aumenta, a importância do poder de computação de IA também aumenta. E para equilibrar eficiência e custos, os data centers se tornarão de alta densidade. 

Atualmente, a capacidade média de potência em um data center é de 6 a 8 kW/rack. A previsão é que uma densidade de potência de 15 a 20 kW/rack dominará os data centers até 2025.

2- Arquitetura Escalável

Geralmente, o ciclo de vida dos dispositivos de TI é de 3 a 5 anos, e a densidade de energia duplica a cada 5 anos. No entanto, o ciclo de vida da infraestrutura do data center tem uma duração média de 10 a 15 anos

A instalação do data center irá suportar a evolução do dispositivo de TI por 2 a 3 gerações, em média. Isso exige expansão escalonável e investimento em fases para um CAPEX ideal no ciclo de vida do data center. 

Além disso, os data centers devem oferecer suporte à implantação híbrida de dispositivos de TI com diferentes densidades de energia devido à ampla gama de serviços de TI executados ali.

3- Sustentabilidade

Atualmente, o consumo de energia de um data center é responsável por 3% do consumo total de energia do mundo. Estima-se que o consumo total de energia do data center atingirá mais de 1.000 TW até 2025, o equivalente a 1 trilhão de toneladas de carvão. 

Economizar energia, reduzir as emissões e reduzir o OPEX são grandes desafios que envolvem a redução do número de eficácia do uso de energia (PUE) e a construção de data centers mais sustentáveis. 

O que podemos esperar para o futuro do Data Center no Brasil?

Algumas das mudanças que podemos esperar para o futuro do data center são:

  • mais energia limpa;
  • recuperação de calor residual;
  • recursos reutilizáveis, como energia, terra, água e materiais. 

Estima-se que o PUE médio de novos data centers na China cairá para 1,1 nos próximos cinco anos, comparado com 1.67 de 2019.

4- Implementação Rápida

Quanto mais rápida for a implementação do data center, mais rápido será notado os seus benefícios.

Os data centers devem ser implementados rapidamente, já que os serviços de internet geram aumentos nos dados e no tráfego, o que aumenta drasticamente os requisitos do serviço. 

Além disso, os data centers mudaram de um sistema de suporte para um sistema de produção. Uma implementação mais rápida significa benefícios mais rápidos. O TTM típico de um data center é de 9 a 12 meses, e o que se espera é que esse número caia para menos de 6 meses até 2025.

5- digitalização completa e habilitação de IA

As instalações do data center no Brasil e no mundo se tornarão digitais e inteligentes.

Com melhorias contínuas nas tecnologias de IoT e Inteligência artificial, os data centers evoluirão gradualmente da digitalização de domínio único em termos de O&M, economia de energia e operações para a digitalização do ciclo de vida completo e autônomo em termos de planejamento, construção, O&M e otimização. 

A Inteligência artificial será amplamente aplicada nos diversos segmentos do mercado.

6- Modularização Total

Mais data centers serão construídos em modo totalmente modular para mitigar a lentidão da construção e os altos custos de investimento inicial. 

O design modular evoluirá da modularização de componentes para a modularização da arquitetura e a modularização da sala de equipamentos para finalmente alcançar a modularização completa do data center. 

O design modular completo dessa construção permitirá: 

  • implantação rápida;
  • expansão flexível da capacidade;
  • O&M simples;
  • alta eficiência energética.

7- arquitetura simplificada de fornecimento de energia

O futuro do Data Center com uma arquitetura simplificada de fornecimento de energia irá proporcionar diversos benefícios. 

O sistema de fornecimento e distribuição de energia de um data center tradicional é complexo e fragmentado, tornando muito difícil a localização de falhas. 

Uma arquitetura simplificada de fornecimento de energia, com baterias de lítio substituindo baterias de chumbo-ácido, irá proporcionar alguns benefícios, como: 

  • redução do tempo de conversão de energia;
  • diminuição da distância da fonte de alimentação;
  • aumento da taxa de utilização do espaço;
  •  maior eficiência energética do sistema. 

Em comparação com baterias de chumbo-ácido, as baterias de lítio têm vantagens em termos de vida útil. Como o custo das baterias de lítio vem diminuindo, é previsto que elas serão bastante utilizadas em datas centers no futuro.

8- convergência de resfriamento líquido e a ar, resfriamento evaporativo mais indireto e menos resfriamento por água gelada

A arquitetura complexa do sistema de resfriamento de água gelada atrasa a implementação e complica o O&M – ambos os problemas podem ser resolvidos por um sistema de resfriamento por evaporação indireta com arquitetura modular. 

O uso de recursos naturais de resfriamento reduzirá muito a energia utilizada pelo sistema de resfriamento. Em zonas com climas adequados, o sistema de água refrigerada será gradualmente substituído por um sistema indireto de resfriamento evaporativo.

As aplicações GPU e NPU geram mais cenários de alta densidade, e sistemas de refrigeração de líquidos serão cada vez mais adotados. No entanto, alguns serviços de armazenamento e computação ainda estarão em cenários de baixa densidade. 

Para se adaptar rapidamente aos requisitos de serviço de TI no futuro, a solução de resfriamento deve ser compatível com o sistema de resfriamento a ar e o sistema de resfriamento líquido.

9- ligação dinâmica entre Bits e Watts

Reduzir o PUE não significa que o consumo total de energia do data center seja perfeito. 

Em vez de se concentrar nas instalações de energia, o consumo de energia do data center precisa ser avaliado e otimizado como um todo. Inovações em instalações, TI, chipsets, dados e nuvem permitirão que bits e watts trabalhem em conjunto para alcançar a economia de energia dinâmica e eficiência energética ideal em todo o sistema.

10- confiabilidade e segurança

À medida que as instalações dos data centers se tornam mais inteligentes, as ameaças de segurança de rede se multiplicam.

Para garantir que os dados continuem seguros e protegidos e prevenir ataques e ameaças de ambientes e códigos maliciosos, incluindo ameaças de intrusão de rede, os data centers devem ter seis características principais: 

  • resiliência;
  • segurança;
  • privacidade;
  • proteção;
  • confiabilidade;
  • disponibilidade.

Agora que você já conhece as 10 principais tendências para data center no Brasil e no mundo em 2025, aproveite para conhecer as soluções de Cloud Data Center da Huawei.

Além disso, continue navegando pelo blog e descubra outros conteúdos que vão te deixar informado sobre as mais novas tecnologias que você precisa conhecer para atualizar sua empresa e torná-la mais competitiva no mercado. 

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não
Tags:

Traduzido e Adaptado

Artigo original

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido