Para muita gente, nem é preciso saber o que é streaming. A popularidade desse tipo de serviço já demonstra que o sucesso é invariável ao funcionamento dessa tecnologia. Quer ver só? Uma pesquisa recente apontou que nove entre dez brasileiros já consomem algum tipo de plataforma de streaming.

Agora, se você é do time que gostaria de saber como funciona a tecnologia streaming, convidamos você a seguir com esta leitura! Nos tópicos abaixo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre os serviços de streaming!

O que é streaming?

Você, definitivamente, deve saber o que é uma plataforma de streaming, certo? Caso já tenha acessado o YouTube, a GloboPlay, a Netflix, a Disney+, o Spotify e mais uma série de outros serviços similares – você provavelmente já navegou por uma dessas plataformas mesmo sem saber que era um serviço de streaming.

Por isso, vamos resolver essa dúvida já tirando o conceito da frente: streaming é o nome de uma tecnologia que transmite dados digitais sem a necessidade de baixar os dados do conteúdo em questão.

Um exemplo: para assistir a filmes, antes da popularização desses serviços, tínhamos que fazer o download de todo o conteúdo. Agora, essas plataformas atuam como um meio de transmissão, apenas, não sendo necessário ter que dispor de memória livre em seu dispositivo celular ou no computador.

Portanto, dá para entender que um serviço de streaming não precisa ser, necessariamente, focado em áudio e vídeo, exclusivamente. Pode ser usado para uma apresentação de slides, por exemplo.

Da onde surgiu o stream?

Na década de 1920, foi registrada a primeira patente de transmissão de sinais linhas elétricas. Vinte anos depois, ocorreram as primeiras transmissões musicais sem a necessidade de um aparelho de rádio. Mas é na virada do século 20 que vimos as primeiras transmissões plenamente digitais como nos moldes atuais — já que a Netflix, por exemplo, só migrou para o stream no ano de 2007.

Como funciona o streaming?

Para que você tenha uma reprodução harmônica, sem interrupções, as plataformas de streaming fragmentam o arquivo em pequenas partes, enviando-as de maneira gradual ao longo da transmissão. Cabe ao player utilizar a montagem correta e original desse arquivo no momento da reprodução do áudio e vídeo. Veja que para isso, a tecnologia tem que ser de alta velocidade para realizar um transporte que garanta a experiência tranquila e desimpedida pelos usuários.

É por isso que, em momentos nos quais a conexão não está no seu auge de performance — daí, vale a pena uma conexão 5G no celular, por exemplo, que o filme ou série — ou até mesmo jogos online — trava em uma cena ou que a qualidade do conteúdo sofre uma queda na qualidade. Nesses casos, é comum que as pessoas pausem o conteúdo e esperem que o envio e recebimento de dados volte à normalidade.

Existem diferenças entre o streaming e o download?

Muitas! Não é, essencialmente, a mesma coisa. Pois, como você deve saber, em um download é impossível assistir ao conteúdo antes que ele seja completamente baixado. Por sua vez, o streaming nunca é inteiramente carregado. Você consome o conteúdo à medida que ele é carregado continuamente. 

Além disso, a rede importa muito mais, em um download, do que em um streaming. É claro que as configurações mínimas devem ser consideradas antes de usar qualquer serviço de streaming, mas em geral os downloads de arquivos pesados são baixados mais rapidamente quando se tem uma boa velocidade de conexão.

Não se engane, isso influencia também a qualidade da transmissão de streaming, mas a possibilidade de ir assistindo um conteúdo aos poucos é possível, aqui — o que não acontece ao fazer um download.

Quais são os benefícios em consumir serviços de streaming?

Talvez, entender o que é o streaming e como funciona a tecnologia pode já expandir os seus conhecimentos e evidenciar os benefícios em usar essas plataformas. Mas, para que não restem dúvidas, dê uma conferida nas vantagens que selecionamos logo abaixo:

  • o conteúdo é transmitido em tempo real. Não é preciso receber o arquivo inteiro, portanto, para já consumir o conteúdo — o que esclarece as diferenças para o download, por exemplo;
  • você pode acessar o conteúdo de qualquer lugar, sendo necessário ter dados de acesso à plataforma de streaming em questão. Vale lembrar, apenas, da configuração mínima do seu dispositivo para que o stream funcione adequadamente;
  • o streaming pode ser usado não só para assistir a conteúdos digitais, mas para promover produtos. Isso pode ocorrer por meio de tutoriais, lançamentos, workshops etc.;
  • transparência e segurança, tendo em vista que os serviços de streaming transmitem aquilo que você clicou, exatamente, sem riscos para você, o seu PC e os seus dados.

Qual é o futuro do streaming?

Agora que já vimos o que é streaming, como funciona a tecnologia e quais são as suas principais vantagens, por que não dar uma olhadinha no futuro? E, de imediato, é fácil apontar que a tecnologia de streaming está apenas começando. 

Atualmente, os jogos digitais estão já desenrolando por meio de plataformas específicas com essas plataformas — o que é um avanço e tanto na maneira de consumir games também. As desenvolvedoras acreditam que, com isso, os jogos podem se tornar ainda mais acessíveis e com menores custos para elas e também para o consumidor final.

Viu o que é streaming e quer entender como isso pode ser alinhado nas suas jogatinas on-line? Dê uma conferida, então, em outro artigo nosso, que explica os conceitos fundamentais sobre o que é cloud gaming! Nos vemos lá!

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não

Escrito por:

Marketing Huawei

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido