Uma população em crescimento e economias emergentes sedentas por energia, estão exigindo mais energia do que nunca, e uma rede inteligente pode ser a solução ideal!

Para compensar as pressões ambientais e de recursos, redes elétricas inteligentes que utilizam tecnologia digital para fornecer eletricidade podem trabalhar lado a lado com soluções renováveis para otimizar o fornecimento de eletricidade e devolver a energia para os consumidores.

Continue a leitura e fique por dentro dos problemas atuais nos sistemas de energia e saiba como as redes elétricas inteligentes podem ser uma solução.

Problemas com os sistemas de energia atual

Os sistemas de energia utilizados atualmente possuem alguns problemas, confira abaixo:

1- Localização e arquitetura

As localizações espalhadas dos canais de distribuição de energia e a arquitetura complexa das redes de distribuição inibem o gerenciamento e o controle remoto.

2- Imprecisão e custo

O sistema de energia atual é caro, irregular e nem sempre garante a precisão necessária.

A leitura manual dos milhões de medidores inteligentes instalados em casas e prédios é extremamente cara, irregular e quase sempre imprecisa

Além disso, se os consumidores não têm esse conhecimento, fica mais difícil quererem fazer as mudanças para ajustarem seus padrões de uso, reduzir contas, e contribuir para um planeta mais saudável.

3- Falhas

Grandes falhas como apagões são extremamente prejudiciais, e podem afetar a infraestrutura central de diversos setores, como:

  • bancos;
  • redes de comunicações;
  • redes de produções.

Além disso, os apagões podem interferir em chamados de emergência, danificar dados e interromper serviços de informática e fazer com que alimentos estraguem. 

Até mesmo os pequenos apagões podem ter consequências fatais nos hospitais.

Na Índia, em 2012, mais de meio bilhão de pessoas sofreram o maior apagão de energia da história ─ resultado de demandas excessivas colocadas em uma infraestrutura inadequada

O trânsito estava um caos total, com semáforos, metrôs e sistemas ferroviários fora de serviço.

Cerca de 200 mineiros ficaram presos no subsolo e enfermeiros em um hospital na periferia de Delhi tiveram que operar o equipamento de salvamento manualmente após os geradores reservas falharem.

Os apagões também afetam o bolso. Nos EUA, por exemplo, mesmo os pequenos que ocorrem algumas vezes por ano custam entre US$104 bilhões e US$164 bilhões.

Potencializando com IoT

A rede de linhas de transmissão elétrica, subestações e transformadores geram, transmitem, transformam e distribuem energia de uma usina para as residências e empresas. 

Uma rede inteligente com tecnologia digital agrega um valor considerável por meio de soluções de fornecimento de energia, como transmissão de energia, automação de distribuição, IoT e medição inteligente.

Vantagens de uma Rede Inteligente

A rede inteligente possui inúmeros benefícios tanto para as empresas fornecedoras quanto para os consumidores.

Confira algumas vantagens que as redes elétricas inteligentes oferecem para as empresas fornecedoras do serviço e também para os consumidores:

  • Restauração rápida do fornecimento de eletricidade após falhas de energia.
  •  Diminuição de picos, apagões e quedas.
  • Melhora a fiabilidade.
  • Transmissão mais eficiente da eletricidade.
  • Redução nos custos de O&M para as empresas, que é refletido nos consumidores.
  • Redução nos picos de demanda.
  • Integração de sistemas de energia renovável.
  • Aumento da segurança.
  • Permite aos consumidores maior controle sobre as suas contas de energia.
  • Permite a resolução de problemas em tempo real.

Uma rede inteligente de alta tensão precisa estar ativa para que possa responder às mudanças em tempo real, coletando dados de redes de transmissão de energia e medidores inteligentes para fazer mudanças em tempo real. 

Os avanços em computação em nuvem, bancos de dados e ferramentas analíticas permitem análises preditivas e prescritivas em big data do Controle de Supervisão e Aquisição de Dados (SCADA), Infraestrutura de Medição Avançada (AMI), dispositivos IoT comerciais e consumidores.

Redes Definidas por Software (SDN) e poder computacional acessível estabeleceram a base para uma rede inteligente robusta, que incluem análise coordenada e resposta por dispositivos conectados de uma forma que antes não era possível.

Redes elétricas inteligentes e a IoT

A tecnologia IoT comunica o status de um dispositivo para outros sistemas para assim otimizar e controlar os ativos, aumentar a segurança, controlar a rede e manter tudo funcionando. 

O impacto da IoT na indústria energética será enorme. A IoT conectará novos dispositivos físicos à rede elétrica e às redes de dados que a suportam. 

Sistemas solares no telhado, soluções de energia doméstica inteligentes, veículos elétricos, células de combustível, armazenamento de baterias domésticas, medidores e termostatos inteligentes estão transformando as redes locais de distribuição em mercados de energia bidirecional e multilateral para a energia que irá substituir o antigo sistema de distribuição.

Uma ampla variedade de plataformas de software está agora disponível para ser utilizada em uma rede inteligentes que pode reduzir o custo e o tempo de desenvolvimento para soluções de IoT, oferecendo componentes padronizados que podem ser compartilhados entre os setores verticais da indústria para integrar dispositivos, redes e aplicativos. 

A maioria dessas plataformas IoT pode ser categorizada como gerenciadoras de conectividade e de dispositivos ou como plataformas de ativação de aplicativos com sobreposição de produtos.

Globalmente, muitas empresas de energia podem se beneficiar de avanços significativos em redes elétricas inteligentes e análises para modernizar suas redes e usar a conectividade mais ampla para criar oportunidades em cidades inteligentes.

Medidores Inteligentes

A implantação de AMI em uma infraestrutura de rede inteligente, exclui a leitura manual de medidores que é imprecisa, ineficiente e sujeita a erros, e como consequência, melhora a forma como as empresas e os consumidores interagem. 

As empresas de energia podem rastrear com precisão quanta energia é usada, enquanto os consumidores podem fazer alterações em tempo real para otimizar o uso de energia.

Vantagens da Medição Inteligente

Além dos benefícios das redes elétricas inteligentes, é importante conhecer as vantagens da medição inteligente: Confira quais são elas:

Menor OPEX e custos trabalhistas

A medição inteligente também garante diversos benefícios em comparação com a medição comum.

A AMI automaticamente colhe os dados. Já não é necessário enviar uma equipe para ler os medidores e, consequentemente, as perdas por erros na leitura são evitadas.

Pagamentos super-rápidos

Os pré-pagamentos e a cobrança flexível são pagos de forma mais rápida e eficiente.

Eliminando roubos

Medidores inteligentes e a plataforma de coleta de dados detectam e analisam tentativas de roubos de energia, minimizando perdas.

Gerenciando a saúde da rede inteligente

O DCP analisa as perdas de linha por tempo e área em toda extensão de fornecimento para que as empresas de energia possam otimizar a rede, oferecendo um serviço de mais qualidade para os consumidores.

Soluções de Medição Inteligente em funcionamento

Alguns lugares já estão aplicando a medição inteligente. Confira 2 casos em que o uso de rede inteligente já está em funcionamento:

IoT e AMI na Nigéria

Pagamentos lentos, roubo de eletricidade, uma taxa de perda de linha em 46%, uma estrutura de energia decadente e leituras manuais de medidores que favoreciam falhas. Esses foram apenas alguns dos problemas que afetavam o país mais populoso da África antes de 2015. 

A Huawei foi encarregada de reduzir o desperdício e aumentar o fornecimento com redes elétricas inteligentes usando soluções de IoT. Os resultados incluem: 

  • 11% no corte da taxa de perda de linha, permitindo que o roubo de eletricidade seja rastreado e as taxas recuperadas; 
  • cobrança de dinheiro antecipado com serviços de pré-pagamento, permitindo contas eletrônicas em vários formatos; 
  • automatização da leitura de medidores, o que reduziu o custo com mão de obra em 90%.

AMI na Tunísia

Em 2017, a Huawei implantou sua solução AMI na Tunísia para a Companhia Tunisina de Eletricidade e Gás (STEG). 

O software e a tecnologia de gerenciamento de dados e medição conectaram medidores inteligentes com a STEG, otimizando a cobrança de receitas por meio de faturamento preciso e reduzindo o roubo de eletricidade devido a adulterações nos medidores. 

A solução utilizada também permitia à STEG executar novos modelos de negócios para atender as iniciativas de eficiência energética do país.

Previsões de rede inteligente para um ano de 2025 bem energético

No futuro, o uso de energia solar fotovoltaica terá um custo menor.

Nos próximos anos, muitas das tendências que vemos hoje estarão ainda mais maduras. A transformação digital produzirá dados de maior qualidade baseados numa melhor conectividade e num maior poder de computação.

O design, planejamento, transmissão, distribuição e uso de soluções eólicas e solares será muito mais eficiente.

O custo da energia solar fotovoltaica cairá em aproximadamente 40%, e o uso de grafeno em células solares fotovoltaicas aumentará o desempenho, com um aumento previsto de eficiência de até 18%

É provável que em 2025 a energia solar fotovoltaica seja a fonte de energia mais barata em muitos lugares.

O número de edifícios que produzem mais energia do que consomem se tornará tendência, especialmente à medida que iniciativas como HouseZero do Harvard Center for Green Buildings and Cities (CGBC) ganham impulso.

Design inteligente, materiais sustentáveis e energia solar trabalharão com sistemas TIC para maximizar a eficiência

A medição inteligente ao lado de veículos elétricos, células de combustível e aparelhos e dispositivos inteligentes, onde os usuários podem configurar o uso de energia de forma flexível, irá gerar mais energia do que consumir e permitirá que os usuários possam vender o excesso de eletricidade para empresas de energia.

Cada vez mais gerenciadas por software, a rede inteligente começará a se gerenciar, se auto-ajustando para reduzir perdas, responder a variações de tensão e se auto-otimizar para evitar danos elétricos.

Capazes de fornecer, ver e controlar a quantidade de eletricidade que usam graças à tecnologia digital, os consumidores terão muito mais controle sobre seus hábitos energéticos.

No setor da energia, a transformação digital também é uma jornada que prioriza o cliente.

E para continuar por dentro de soluções tecnológicas que podem ajudar a otimizar os resultados do seu negócio, confira outros conteúdos no blog!

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não

Traduzido e Adaptado

Artigo original

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido