Muito se diz a respeito da automação residencial quando se fala em internet das coisas (ou IoT, sigla em inglês para o termo Internet of Things). Mas, verdade seja dita: há muito, mas muito mais o que fazer com esse tipo de tecnologia em constante desenvolvimento e popularidade na sociedade contemporânea.

E neste post, vamos falar tudo sobre o que é internet das coisas, como funciona e apontar alguns exemplos de utilização da tecnologia indo bem além da automação residencial, exclusivamente. Então vamos lá? Acompanhe-nos e veja como a internet das coisas impactará as nossas vidas!

O que é a internet das coisas (IoT)?

Caso ainda não saiba o que é IoT, vamos explicar rapidinho o que isso significa. A tecnologia tem tudo a ver com a conexão entre usuários e objetos por meio da internet. Para isso, são usados sensores municiados por Bluetooth e GPS, entre outros meios, contribuindo com a coleta de dados e a utilização deles para o constante aprendizado e automação de soluções.

Não à toa, um sistema de automação residencial é bastante lembrado pelas pessoas ao falar na internet das coisas. Pois isso permite a utilização de TVs inteligentes, geladeiras, uso de dispositivos à distância (como o controle da iluminação de casa ou de outros eletroeletrônicos residenciais) e outras ações que o usuário pode tomar com o controle de um dispositivo móvel — como um tablet ou smartphone.

Já deve ter dado para perceber que a IoT vai fazer um uso extenso de confiáveis tecnologias de conexão, como o 5G, não é mesmo? Mas não se preocupe: falaremos disso adiante.

Como surgiu a internet das coisas?

A IoT já vem aparecendo no mercado há algum tempo — há cerca de 20 anos, mas Kevin Ashton (o inventor da internet das coisas) a descobriu quando buscava novas possibilidades de utilização para a conexão on-line.

E, segundo ele, a ideia era agregar mais conveniência à contemporânea falta de tempo das pessoas. E por meio de dispositivos dialogando entre si e realizando tarefas automaticamente, ele chegou perto do conceito da internet das coisas.

Qual é a importância da IoT atualmente?

Até 2023, a expectativa é de que a internet das coisas movimente cerca de US $30 bilhões na América Latina. É um setor, portanto, que vai influenciar muitos mercados e setores da sociedade. Ainda mais do que já faz, atualmente. Afinal de contas, uma previsão da consultoria Gartner apontava que, em 2020, pouco mais de 25 bilhões de dispositivos estariam conectados ao redor do mundo inteiro. Nos próximos cinco anos, esse número poderia subir para 100 bilhões.

Imagine, então, o quanto a atenção tecnológica tem que ser forte nessa área? Como prova disso, confira onde a IoT tem sido considerada (e já está em prática, em muitos casos) para situações que vão além da automação residencial!

Onde a internet das coisas pode ser aplicada?

Existem bons exemplos de internet das coisas que podem ser apontadas e que reforçam a importância dessa tecnologia. Confira, logo abaixo, as principais delas:

Hospitais e clínicas

Hospitais e clínicas já contam com dispositivos vestíveis e que são capazes de monitorar e tomar decisões para melhorar a qualidade de vida e os níveis ideais de cada paciente;

Agropecuária

A agropecuária também tem utilizado sensores para detectar a umidade do ar e também o controle de temperatura das suas plantações a fim de ativar, automaticamente, os sistemas de irrigação;

Indústria

A indústria já tem usado bastante a internet das coisa também, operando maquinários automaticamente e também com a integração de equipamentos que dialogam entre si e geram indicadores para uma ágil e otimizada tomada de decisão;

Comércio

O comércio também ingressou na transformação digital facilitando o conceito de prateleiras inteligentes, gestão automatizada de estoque e outros dispositivos que monitoram automaticamente os principais índices para as lojas de diversos setores;

Transporte Público

O transporte público já faz uso desse tipo de solução também, seja por meio de sensores que avaliam defeitos à distância, em seus transportes, ou mesmo pela conexão de terminais para a compra de tickets de viagens, por exemplo;

Setor de Logística

O setor de logística faz uso da IoT com tecnologias que definem as melhores rotas e a otimização na entrega dos seus respectivos produtos.

Viu como a internet das coisas já está mais presente na sociedade do que poderíamos imaginar?

Como o 5G é uma tecnologia imprescindível para a IoT?

Vale a pena, falar da importância do 5G na implementação de outras tecnologias, como a inteligência artificial e a internet das coisas, entre outras.

E a verdade é que esse tipo de sinal digital é de grande relevância para não só a implementação como o desenvolvimento de novas soluções. Afinal de contas, o 5G promete expandir a nossa relação com a transmissão e o recebimento de dados. Especula-se que a velocidade possa chegar a até 100 megabytes por segundo. E a facilidade de integração com dispositivos conectados, o diálogo entre esses produtos se torna mais dinâmico, seguro e estável.

É fundamental, por exemplo, para que os nossos atuais dispositivos estejam sempre conectados e em comunicação constante. Algo que o 5G pode proporcionar facilmente, seja em dispositivos móveis ou em outras soluções conectáveis.

Estamos diante de uma nova transformação digital, e a internet das coisas é parte elementar desses processos. Assim como o 5G e outras formas de conexão, como a fibra óptica. Cada vez mais necessitamos de tecnologias de conexão que agreguem velocidade, segurança e estabilidade. 

E estamos no caminho certo para isso, quer ver só? Para complementar as possibilidades aqui vistas sobre a internet das coisas (IoT), aproveite para entender um pouquinho mais a respeito das cidades conectadas e o papel da Huawei nessa transformação social e tecnológica!

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não

Escrito por:

Marketing Huawei

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido