Você sabe o que é Big Data e inteligência artificial? Ambos os termos têm sido muito usados na sociedade, atualmente, e tanto para suas aplicações corporativas quanto para a nossa rotina particular.

Mas a questão é que muita gente sabe da existência desse tipo de solução, mas não compreende ao certo como Big Data e inteligência artificial se relacionam e quais são os benefícios obtidos disso. É para isso que preparamos este post.

Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre Big Data e inteligência artificial!

Quais são as aplicações de Big Data e inteligência artificial?

Talvez você não saiba citar de cabeça alguns exemplos de inteligência artificial nas empresas, mas é fato que a tecnologia já faz parte da nossa rotina. E de maneira bem presente. 

As assistentes virtuais de nossos smartphones — como a Siri — já são bons exemplos disso. Mas é importante entender justamente que a inteligência artificial não faz milagre por conta própria. Ela depende de outros conceitos, tecnologias e aplicações para adaptar-se às necessidades e demandas do mercado.

Uma delas é o Big Data. E a inteligência artificial se ampara fortemente nele por ser uma das suas principais fontes de alimento. Afinal de contas, são os dados que permitem à inteligência artificial o contínuo desenvolvimento e transformação contínua.

Como funciona o Big Data?

Por meio do Big Data é possível reunir uma quantidade imensa de dados digitais. E a partir disso é que ocorrem as análises fundamentais para a criação de novos modelos de negócios, antecipação de problemas e até mesmo de automatização de processos. 

Tudo isso, como você pode imaginar, são recursos presentes na IA. Então é fundamental essa relação entre o Big Data e a inteligência artificial. Sem o primeiro, não é possível aprofundar na utilização e no desenvolvimento da tecnologia de aprendizagem.

Qual é o impacto da inteligência artificial hoje em dia?

Cada vez mais, a inteligência artificial tem conquistado seu espaço na sociedade. O seu mercado já está avaliado em bilhões de dólares e as suas aplicações dentro das empresas têm se mostrado tão amplas quanto diversificadas. É, por exemplo, fundamental para a automatização do atendimento ao cliente por meio de chatbots. 

Existe, também, o cuidado especial na automatização de processos e também de maquinários (na indústria, especialmente) e até equipamentos hospitalares. Mas como vimos, Big Data e Inteligência Artificial têm tudo a ver um com o outro. Porque os dados obtidos na internet (seja por meio da geração deles ou da captação de informações digitais a partir dos hábitos de consumo de quem navega on-line) se transformam em insights e nutrientes de aprendizado da tecnologia.

Cada vez mais, então, poderemos nos deparar com novos recursos, aplicações e valor na inteligência artificial. Estamos aprendendo, junto com a tecnologia, a se desenvolver.

Enquanto isso, podemos identificar um amadurecimento do segmento como um todo, junto da sua consolidação. Afinal de contas, existem motivos de sobra para crermos que essa revolução — a partir da transformação digital — está apenas começando.

De que maneira o mercado tem reagido ao Big Data e à inteligência artificial?

Lidamos com um volume elevado de informações diariamente. Até 2020, a expectativa era de que cada pessoa no mundo poderia gerar 1,7 MB de dados por segundo. Nosso planeta abriga, atualmente, pouco mais de 7 bilhões de pessoas… Uma matemática de cair o queixo, não é mesmo?

Daí, a importância do Big Data em auxiliar na filtragem, na seleção e na utilização dessas informações de maneira estratégica, analítica e conforme as necessidades de cada indivíduo ou organização.

Por sua vez, a inteligência artificial está associada a essa utilização significativamente aprimorada a cada instante. Como já vimos, é o combustível das melhorias aplicadas na IA. Logo, trata-se de uma atenção que deve ser direcionada em ambas as tecnologias.

E o mercado tem investido continuamente nisso. Afinal de contas, o Big Data é o responsável para que outras tecnologias despontem, como machine learning ou mesmo para qualificar as estratégias de marketing e vendas nas empresas, atualmente.

Por onde dar o primeiro passo na transformação digital?

Seja com a utilização da tecnologia 5G, de um servidor na nuvem instalado para o seu negócio ou mesmo inovando a partir da transição entre os processos analógicos e a utilização de tecnologias digitais, isso já significa que a sua empresa tem caminhado na direção certa da inovação.

Para tanto, é fundamental dar esse primeiro passo de maneira personalizada. Quer dizer: de acordo com as necessidades da sua empresa, dos seus objetivos e também das características do seu negócio. Assim, usar Big Data e inteligência artificial pode se tornar uma decisão lógica e natural para o desenvolvimento da sua marca e o alcance potencializado de suas metas e objetivos.

Mas caso você ainda queira saber mais a respeito do Big Data e Inteligência Artificial, o caminho é ainda mais rápido e eficiente, sabia? Basta ficar de olho em nosso blog periodicamente.

E para você já ter um conhecimento complementar ao que foi visto ao longo deste artigo, aproveite para dar uma conferida em nosso artigo que explica, detalhadamente, quais são as principais soluções promovidas a partir do uso da inteligência artificial!

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não

Escrito por:

Marketing Huawei

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido