A estratégia de tecnologia da informação de uma empresa é cada vez mais decisiva para o seu sucesso. Especialmente em um cenário de transformação digital, escolher as ferramentas e metodologias ideais para a TI do negócio é fundamental.

Uma das questões importantes é decidir entre o ambiente local e o servidor em nuvem. Afinal, qual o mais adequado para cada companhia? Responder essa pergunta com segurança envolve um processo complexo, no qual uma série de fatores entram em jogo. 

Para começar, os requisitos de negócios precisam ser analisados de maneira minuciosa, mostrando qual a abordagem ideal. Uma vez decidido trabalhar com o servidor na nuvem, o próximo passo é escolher um parceiro de tecnologia confiável, o que pode ser desafiador, já que existem muitos fornecedores que oferecem serviços de vários níveis.

Neste texto, apresentamos as principais vantagens do servidor em nuvem, bem como suas aplicações no dia a dia das empresas. Confira!

Diferenças entre um servidor local e um servidor na nuvem 

Com o servidor local, desde a aquisição até a manutenção, tudo é feito internamente e os custos são exclusivos da empresa. A vantagem é que sem envolvimento de terceiros, você assume total propriedade sobre o servidor.

Com uma proposta diferente, o servidor em nuvem consiste na entrega de recursos de sistema de computador sob demanda, incluindo aplicativos de armazenamento e capacidade de processamento. Além disso, esse tipo de solução não exige gerenciamento ativo, liberando os profissionais do setor dessa tarefa.

Além disso, outra vantagem é que no modelo de servidor na nuvem não há necessidade de comprar infraestrutura ou licença adicional. Em troca de uma taxa anual, um provedor de nuvem mantém servidores, rede e software para você. As informações hospedadas pelo fornecedor podem ser acessadas por meio de um portal na web. 

A seguir, veja as principais diferenças entre servidor na nuvem e servidor local:

Implementação

A implementação do servidor em nuvem é responsabilidade do provedor do serviço.

Com o servidor local, a empresa é responsável pelo investimento na infraestrutura, bem como por manter a solução e os processos relacionados.

Já com o servidor na nuvem, o provedor de serviço mantém os sistemas em seu servidor, acessível pela empresa a qualquer momento com os processos relacionados atendidos pelo provedor de serviço em nuvem host.

Controle

Em um ambiente local, as empresas mantêm controle total sobre seus sistemas e 100% de privacidade. Já com o servidor em nuvem, há propriedade compartilhada e a acessibilidade continua sendo um problema se houver algum tempo de inatividade.

Segurança

A segurança é um requisito essencial de qualquer organização quando se trata de contas financeiras, dados de clientes e funcionários. Mesmo que o servidor local pareça mais seguro por ser interno, há várias medidas que precisam ser tomadas para manter totalmente a segurança dos dados.

Com o servidor na nuvem, as chances de algum hardware ou software terem sua segurança prejudicada diminuem muito. Isso porque os provedores têm vários protocolos preparados para manter a segurança dos dados

Conformidade

Existem controles regulatórios que a maioria das empresas precisa cumprir. Para atender a essas diretrizes governamentais, as empresas têm o desafio de manter a organização e a segurança dos seus dados.

Com um servidor em nuvem, essa preocupação passa a ser do provedor de serviços que deve atender às exigências regulatórias de seu setor específico. É importante que os dados dos clientes, colaboradores e parceiros estejam protegidos, garantindo assim a privacidade.

Comparação de custos

O servidor na nuvem oferece mais economia para as empresas.

Investir em um servidor local a partir do zero exige muito esforço e tem um custo elevado. Muito além do investimento inicial, que envolve a compra de infraestrutura e processos adicionais, é preciso considerar os custos de manutenção e operação que serão contínuos.

Neste sentido, o servidor na nuvem é muito mais econômico. A configuração e o tempo de execução são mais baratos e rápidos. As empresas têm que pagar uma taxa de assinatura nominal, sendo que as atualizações e a manutenção são responsabilidade do provedor da nuvem.

Mobilidade

Alguns servidores locais podem ser acessados remotamente, mas geralmente requerem suporte de terceiros para acessar a solução. Isso aumenta o risco de falhas de segurança e comunicação, exigindo várias medidas de segurança adicionais.

Com o servidor em nuvem, basta ter conexão com a internet para acessar seus dados usando um dispositivo móvel. Mobilidade e flexibilidade são duas características fortes dessa solução. Isso permite que seus funcionários trabalhem de qualquer lugar a qualquer hora, resultando em taxas mais altas de engajamento.

Servidor em nuvem pública, privada e híbrida 

Afinal, qual a nuvem ideal para o servidor corporativo? Depende.

A proposta de cada nuvem é diferente em termos de benefícios. Por isso é importante, primeiro, conhecer bem a sua demanda. Nem sempre investir em uma nuvem privada de início é a melhor alternativa, já que o custo é mais alto.

Para começar, uma nuvem pública pode ajudá-lo na migração. Outra alternativa é explorar a nuvem híbrida.

Entenda mais sobre cada uma delas:

Nuvem privada

A nuvem privada garante um ambiente exclusivo com alta segurança e privacidade.

Também chamada de nuvem interna ou nuvem corporativa, ela entrega um ambiente exclusivo, dedicado a apenas uma empresa. A nuvem privada fornece maior segurança e privacidade, necessárias em determinados setores para garantir o armazenamento e o processo de dados confidenciais.

Além disso, ela oferece maior controle para a empresa ao mesmo tempo em que exige mais recursos no gerenciamento de hardware.

Nuvem pública

Ao contrário da nuvem privada, os provedores de nuvens públicas fornecem serviços a vários clientes usando a mesma infraestrutura externa compartilhada. 

Com nuvens públicas, as empresas podem reduzir os custos de compra, gerenciamento e manutenção de hardware local e infraestrutura de aplicativos. O provedor de serviços de nuvem é responsável por toda a gestão do sistema.

Além disso, as nuvens públicas também podem ser implementadas mais rápido do que as infraestruturas locais e com uma plataforma quase infinitamente escalável. 

Nuvem híbrida

Esta é uma estratégia que combina nuvens privadas e públicas. Em síntese, a arquitetura de nuvem híbrida é a integração de recursos locais com servidor de nuvem.

Por exemplo, uma empresa pode implantar uma nuvem privada local para hospedar cargas de trabalho sensíveis ou críticas, mas usar um provedor de nuvem pública de terceiros para hospedar recursos menos críticos, como cargas de trabalho de teste e desenvolvimento.

À medida que as cargas de trabalho se movem entre as nuvens privadas e públicas, as necessidades e custos de computação mudam. Desse modo, a nuvem híbrida oferece às empresas maior flexibilidade e mais opções de implantação de dados.

O desafio aqui é fazer com que as nuvens privadas e públicas interajam perfeitamente.

6 benefícios do servidor na nuvem 

Ter um servidor na nuvem proporciona diversos benefícios para sua empresa.

A computação em nuvem oferece um conjunto de benefícios às empresas de diferentes setores. Ele permite que você configure o que é, essencialmente, um escritório virtual para dar flexibilidade de se conectar ao seu negócio em qualquer lugar e a qualquer hora.

Confira os benefícios de mover sua empresa para a nuvem:

Custos de TI reduzidos

Mudar para a computação em nuvem pode reduzir o custo de gerenciamento e manutenção de seus sistemas de TI. Em vez de comprar sistemas e equipamentos caros para sua empresa, você pode diminuir as despesas fixas e os investimentos usando os recursos de seu provedor de serviços de computação em nuvem. 

Essa economia é possível por várias razões:

  • Os custos de atualizações do sistema, novo hardware e software podem ser incluídos em seu contrato com o provedor do servidor em nuvem;
  • Você não precisa ter uma equipe de TI grande com vários profissionais especializados;
  • As despesas com o consumo de energia podem ser reduzidas;
  • O servidor na nuvem oferece alta disponibilidade, gerando menos atrasos nas entregas para os clientes.

Escalabilidade

O servidor em nuvem também torna a operação da companhia muito mais escalável. Desse modo, a empresa pode aumentar ou diminuir suas necessidades de operação e armazenamento rapidamente para se adequar à sua situação, permitindo flexibilidade conforme suas necessidades mudam.

Em vez de comprar e instalar atualizações caras, o seu provedor de serviços de computação em nuvem pode cuidar disso. Usar um servidor em nuvem libera o tempo do time para que os profissionais possam focar esforços em tarefas mais estratégicas para seus negócios.

Continuidade de negócios

Proteger seus dados e sistemas é uma parte importante do planejamento de continuidade de negócios. Independentemente da empresa enfrentar um desastre natural, falta de energia ou outra crise, ter os dados armazenados em um servidor na nuvem garante o backup e a proteção em um local seguro.

Ser capaz de acessar seus dados novamente com rapidez permite que você conduza os negócios normalmente, minimizando qualquer tempo de inatividade e perda de produtividade.

Trabalho colaborativo 

Com um servidor na nuvem, a comunicação dentro da sua empresa é feita com mais facilidade e assertividade.

A colaboração em um ambiente de nuvem oferece à sua empresa a capacidade de simplificar a comunicação e facilitar o compartilhamento de maneira simples e prática.

Se você estiver trabalhando em um projeto em diferentes locais, poderá usar o servidor em nuvem para fornecer aos funcionários, contratados e terceiros, acesso aos mesmos arquivos. 

Flexibilidade das práticas de trabalho

O servidor em nuvem permite que os profissionais sejam mais flexíveis em suas práticas de trabalho. Por exemplo, o colaborador pode acessar dados em casa, nas férias ou no trajeto de ida e volta para o trabalho. Basta ter uma conexão com a internet para se conectar ao seu escritório virtual de forma rápida e fácil.

Acesso a atualizações automáticas

Muitos provedores de nuvem oferecem atualizações automáticas para seus requisitos de TI. Desse modo, o sistema é atualizado regularmente com a tecnologia mais recente. Isso pode incluir versões atualizadas de software, bem como atualizações de servidores e capacidade de processamento do computador.

Servidor em nuvem: aplicações no dia a dia de grandes empresas e startups

Como vimos até aqui, as vantagens de investir em um servidor na nuvem são muitas. Na prática, ele proporciona um desempenho mais ágil, eficiente e seguro para as empresas. Tanto é verdade que gigantes da tecnologia e startups optam pela infraestrutura de TI em cloud.

A Netflix, por exemplo, migrou 100% dos seus centros de dados para a nuvem em 2016. Tal estratégia gerou muitos ganhos para a empresa, a começar pelo número de assinantes, que obteve grande aumento e continua crescendo significativamente.

O serviço evoluiu de forma muito rápida, sendo que sem o servidor na nuvem, suportar esse crescimento em data centers próprios teria um alto custo.

Outro exemplo é um dos serviços de streaming de músicas mais conhecidos atualmente, o Spotify, que iniciou a sua migração para a nuvem também em 2016. 

Antes de utilizar a tecnologia em nuvem, a empresa comprava ou licenciava serviços de data centers espalhados pelo mundo para armazenar e processar seus dados. Com o tempo, o crescimento do serviço e os custos ficaram muito altos, sendo muito mais vantajoso migrar para cloud computing

Os provedores de nuvem entregam um serviço de alta qualidade a um custo significativamente mais baixo. Decidir manter o servidor na nuvem é uma estratégia capaz de potencializar os resultados e impulsionar o crescimento de empresas de todos os segmentos. Para companhias de saúde, educação, finanças, indústria, varejo e gestão pública, o uso da computação em nuvem pode ser transformador.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre outras tecnologias? Continue acompanhando o blog e conheça as soluções que a Huawei oferece para seu negócio!

Este artigo foi útil?

Obrigado pela avaliação!

Sim Não

Warning: file_get_contents(): SSL operation failed with code 1. OpenSSL Error messages: error:1416F086:SSL routines:tls_process_server_certificate:certificate verify failed in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/template-part/single/single-tags.php on line 7

Warning: file_get_contents(): Failed to enable crypto in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/template-part/single/single-tags.php on line 7

Warning: file_get_contents(https://huaweibra.com.br/blog/wp-content/themes/blog-huawei/assets/icons/tag.svg): failed to open stream: operation failed in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/template-part/single/single-tags.php on line 7
Tags:

Escrito por:

Roberto Gerent

Executivo de vendas de contas com mais de 20 anos de experiência em TIC em um ambiente multicultural. Entusiasta de tecnologia, videogame e amante de viagens e cerveja.

Executivo de vendas de contas com mais de 20 anos de experiência em TIC em um ambiente multicultural. Entusiasta de tecnologia, videogame e amante de viagens e cerveja.

Comentários

  • Luciano Hespanhol

    19 de jan de 2021 | 09:08

    Gostei! Claro e objetivo


    Warning: file_get_contents(): SSL operation failed with code 1. OpenSSL Error messages: error:1416F086:SSL routines:tls_process_server_certificate:certificate verify failed in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/inc/comments.php on line 10

    Warning: file_get_contents(): Failed to enable crypto in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/inc/comments.php on line 10

    Warning: file_get_contents(https://huaweibra.com.br/blog/wp-content/themes/blog-huawei/assets/icons/reply.svg): failed to open stream: operation failed in /var/www/html/blog/wp-content/themes/blog-huawei/inc/comments.php on line 10
    Responder

Deixe seu comentário

Nome * Campo Obrigatório
E-mail * Campo Obrigatório * E-mail Inválido